Contatos | Login | IT EN DE PT PL ES PL
4-RUNNER: máquina de dobrar tubos e de deformar tubos

4-RUNNER: máquina de dobrar tubos e de deformar tubos

Centro de usinagem a coil
para a deformação, dobra e corte

A 4-RUNNER é um processo produtivo completo que parte desde a bobina, com retificação, deformação (até a 6 passagens), união de cabeça, rolagem, dobra, corte e descarga controlada da peça acabada.

A indiscutida vantagem deste centro de usinagem combinado é a possibilidade de configura-lo e utiliza-lo com módulos diversos; para o desenvolvimento de usinagens base mais que de um processo produtivo completo desde a retificação até a descarga da peça "cortada - dobrada - deformada".

Lado de dobra, a 4-RUNNER consente uma produção de raios fixos e variáveis no plano e no espaço, integráveis a segunda do desenvolvimento do desenho, em sequência automática, sem problemáticas de dobra, tudo em processo, sem retomadas.

A possibilidade de combinar tecnologias de dobra de flexão ou de estiramento na própria peça, em multi-raio, garante a máxima flexibilidade e produtividade.

Lado de deformação, a máquina pode ser configurada em 4 ou 6 passagens por puxada ou 4 passagens por puxada e 1 rotante.

O corte é realizado com dispositivos de corte diversos a segundo das aplicações: corte orbital interno, corte orbital externo, corte de disco.

Esta extrema versatilidade consente

  • a máxima flexibilidade em termos de usinagens viáveis e aplicações realizáveis;
  • a máxima eficiência com um custo de investimento reduzido graças as usinagens integradas e portanto à possibilidade de trabalhar "just in time".

A programação gráfica visual em 3D (VGP3D) rende extremamente fácil, confortável e seguro o uso da máquina.

O centro de dobra 4-RUNNER é particularmente indicado para quem trabalha em tubos de pequena e média dimensão, com formas mesmo complexas, típicas do setor automobilístico, condicionamento, aquecimento e refrigeração.

A máquina de dobrar tubos 4-RUNNER pode realizar uma amplíssima variedade de usinagens graças a uma série de módulos e acessórios que consentem usinagens adicionais:

Dispositivos de corte

SOLUÇÕES

A segunda das aplicações, a máquina pode ser configurada com dispositivos de corte diversos:

  • Corte orbital interno - executa a pré-incisão do tubo para a sucessiva separação no fim da dobra.
  • Corte orbital externo - é gerido por 2 eixos elétricos para uma maior velocidade e qualidade do corte.

Ambos estes dispositivos são aconselhados para aplicações em cujo não se desejam haver aparas.

Corte de disco - é gerido por 1 eixo elétrico e é aconselhado para aplicações onde se privilegia a velocidade e a flexibilidade.

Coiler

A alimentação da máquina se realiza por rolo com pá motorizada com avançamento e recuperação do tubo em processo, com as seguintes características:

  • Motor controlado em ambas as direções
  • Possibilidade de utilizar a pá na modalidade PONTO-MORTO com seleção do programa VGP3D
  • Regulagem pneumática da fricção para minimizar as puxadas
  • Completa integração com o software da máquina

A máquina pode ser configurada com pá horizontal ou vertical.

Aplicações particulares

SOLUÇÕES
  • Plataforma para serpentinas
  • Furação
  • Marcação em linha

Furações diversas, geridas automaticamente

SOLUÇÕES

Possibilidade de furações com diâmetros diversos e/ou furos passantes.

Otimização da velocidade de furação e da profundidade da mesma com a conseguinte redução do tempo de ciclo (tudo sem regulagens) graças à gestão com eixo elétrico do dispositivo de furação.

Uma única interface de programação, seja para a dobra que para a deformação – VGP3D

PORQUE UMA 4-RUNNER

A programação da deformação no interior da VGP3D consente de haver um único ambiente para a gestão dos programas, seja de dobra que de deformação. Portanto, o operador poderá

  • gerar um único programa máquina com ambas as usinagens "dobra e deformação"
  • obter um tempo de produção completo para eventuais orçamentos e para a planificação da produção

A VGP3D consente também de otimizar todas as operações inerentes à deformação de modo dinâmico.

Repetição garantida com tempo zero

PORQUE UMA 4-RUNNER

Cada eixo elétrico é gerido pelo controle na sua posição/regulagem que é salva conjuntamente ao programa-peça. Ao momento da troca de produção não se há mais a necessidade de efetuar incômodas regulagens.

A redução dos tempos de troca de aparelhagem é portanto, uma significativa vantagem para poder realizar pequenos lotes de produção e reduzir o número dos descartes para a afinação da máquina a cada nova aparelhagem.

A economia de material para a afinação das aparelhagens se traduz em um benefício econômico que chega até a 7.000€/ano.

Além disso, todos os parâmetros de setup são salvos, junto ao programa em execução; isto torna os tempos de setup rápidos e principalmente, a repetição de posicionamento permite de não haver conhecimentos particulares para a nova aparelhagem da máquina e consente de não haver um especialista no governo da máquina.

Manutenção extremamente reduzida graças à ausência de componentes eletro-hidráulicos; equipada de tele assistência e/o vídeo assistência, com diagnóstico simplificado graças aos componentes elétrico e a simplificação do grupo de cabos.

Até a 20% de economia nos consumos energéticos

O uso de eixos elétricos para todas as movimentações significativas da máquina consente drásticas reduções dos consumos em relação a todas as máquinas de dobrar tubos de igual dimensão mas de precedente geração e portanto equipadas de acionamentos eletro-hidráulicos.

Quando o motor está parado, o seu consumo é nulo. Deste modo não é para uma máquina eletro-hidráulica. De fato, mesmo quando a máquina está parada, o circuito hidráulico requer o funcionamento contínuo da bomba para manter em pressão a instalação consumindo sempre energia.

É ECO compatível

PORQUE UMA 4-RUNNER

É ECO compatível (redução drástica dos ruídos, eliminação dos óleos hidráulicos, minimização dos consumos energéticos).

O uso de eixos elétricos e a ausência de uma central hidráulica consente uma decidida redução dos ruídos e das vibrações no meio ambiente. Além disso, cada dispositivo é movimentado com rampas de aceleração e desaceleração que evitam colisões dentre as aparelhagens.

O nível de ruídos é inferior a 70 dB (A). O reduzido ruído da instalação, como confirmado por muitos estudos, reduz de modo sensível a fadiga do pessoal que trabalha na mesma, melhorando as condições de trabalho.

Google